domingo, 25 de abril de 2010

Taxa do Onibus.



ADEMAR E ALCIVAN - NOSSA FORÇA É NOSSO POVO.


A cidade de Caraúbas esta em meio a mais uma polémica, trata-se de um boato que esta sendo espalhado na cidade sobre uma taxa que em breve será cobrada nos ónibus que transportam os estudantes diariamente para Mossoro.

Ate o final da tarde deste domingo não havia nem uma informação oficial ,apenas um boato que será cobrado de cada estudante a quantia de R$ 50,00 mensais.

Como escrevi no tópico da comunidade Caraubas, no orkut, eu NÃO ACREDITO NESTA HISTORIA, isso é mais UM BOATO.

Veja o que diz o programa de Governo, que levamos as ruas nas eleições passadas.

TRANSPORTE ESCOLAR.


* Aquisição de Novos ônibus escolares para atender melhor estudantes e Universitarios.

* Ampliação do numero de linhas de transporte da zona Rural.
Melhoria do Transporte escolar na cidade e na zona Rural adequando às norma do programa Nacional de Transporte escolar (PENAT).

Isso é o que esta escrito no programa de governo, por isso acho que essa taxa é apenas um boato....... não acredito que isso seja colocado em pratica, pois nossa força é nosso povo, e esse ano é ano de eleição e fica complicada medidas como essa.

Sei que o nosso prefeito é uma pessoa que se preocupa com os mais carentes, e não vai deixar isso acontecer, pois vai dificultar a vida de muita gente.

Tem pessoas no ónibus que a família passa um mês com um salário mínimo, que muitos dias não tem dinheiro nem para comer um bolinho.

A cidade de Caraubas mudou, e escolhemos um prefeito para ficar bem pertinho do povo...e fazendo o melhor pelos mais carentes.

POR ISSO, EU ACHO QUE A TAXA NÃO PASSA DE UM BOATO.......

4 comentários:

Talita disse...

já foi confirmado
Os estudantes vão ter que pagar 50 Reais .
Na reunião foi confirmado que o universitário q ñ pagar a taxa vai ser barrado na porta do ônibus pelo coordenador... Agora fica o novo slogan UNIVERSIDADE Ñ É PARA TODOS hehehe
Que Vergonhoso ... Por isso que não votei e nem voto nesse Povo
Brá foi na Mulera

Ricardo Adriano do Nascimento disse...

Infelizmente Francileno, não é mais BOATO, foi sim, arbitrariamente e fugindo totalmente a PROPOSTA DE GOVERNO, implantada a tal taxa. Será mais um empecilho que os nossos já tão sofridos secundaristas e universitários terão que enfrentar.

É, realmente o prefeito está fisicamente bem pertinho do povo, já as ações... está ai uma das resposta. Ah! Tem mais, nós acreditamos, participamos e findamos assim, sem acreditar. Isso é a política de hoje.

Abraço! Jara

marcos disse...

Boa tarde,
A classe Universitaria caraubense está indignada com as decisões tomadas pela Sec. de Educação. Segundo informações que obtive com uma universitaria, a PMC não está sendo administrada apenas pelo Prefeito, assim como "toda sociedade" tem observado. Em uma ligação telefonica feita da mãe de uma aluna universitaria, O nosso Prefeito dizia que não poderia fazer nada e quem resolveria isso seria Ivanildo Fernandes (um suposto administrador ou "não"). sabemos que a situação dos alunos que se deslocam ate Mossoró para ter uma formação profissional e uma melhor qualificação, está terrível. Sabemos que o número de alunos aumenta e que precisara de mais ônibus num futuro bem próximo. Esta suposta taxa que não foi negociada, está sendo implantada. O que mais me deixa indignado é que fomos "ameaçados" tanto pela coordenação (devido ordens da Secretaria) como pelo Secretário de Educação. A ameaça se deu pelo fato de quem não pagasse a taxa nao entraria no ônibus. Nós questionamos que nem todos poderiam pagar a taxa e lançamos a pergunta: E se uma pessoa que não tem condições de pagar entrar no Bus? Foi respondido da seguinte forma: Quem pagou se junta, pega a pessoa que nao pagou e a coloca pra fora. Esta está sendo a realidade da classe de estudantes caraubenses que buscam um futuro melhor a qual nossa Cidade "nao oferece". Gostaria que todos se mobilizassem para lutarmos pelos nossos direitos e irmos junto a Câmara Legislativa reivindicar isto. Reconhecemos os beneficios ganhos com relação a nós Universitários e outros estudantes na administração de Ademar Ferreira. Pena que acontece essas coisas. Acho que o movimento nem começou ainda. Não foi feita negociação nenhuma, para isso deveria ter tido um planejamento da Secretaria com relação a valores e pelo menos um pouco de sentimento, o que nao houve. A taxa foi imposta e quem não pagar até o dia 10 de Maio não entrarar mais no bus. Alguns poucos que fazem parte dos "administradores" dizem que a revolta dos alunos parte pelo lado político. O que não é constatado, pois pessoas que estao ao lado prefeito tambem estão indignados com a taxa. Alguns pensam até em trancar a matrícula na faculdade devido não ter condições para pagar. A prefeitura tem condições? tem sim. Agora da forma que está sendo trabalhada a situação, nao tem condições mesmo. A administraçãoi deveria sentar e ouvir os alunos também. Assim como está, a situação vai sair ruim para nós alunos e para própria administração, que hoje se contradiz com o seu programa de governo.

Força pessoal, não podemos desistir. Falta aproximadamente 1 ano e meio para minha formatura e "talvez" nao irei mais utilizar do onibus, mas minha luta vai continuar porque eu sei o que muitos sofrem ali dentro daquele ônibus independente de quem esteja na Prefeitura.

Marcos Benevides

marcos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.